4 acontecimentos nos últimos 10 anos onde ‘vacina’ esteve em alta nas buscas do Google

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Por Maria Luíza Ávila*

No último sábado, 17 de outubro, foi comemorado o Dia Nacional da Vacinação. A data foi criada pelo Ministério da Saúde com o objetivo de ressaltar a importância das vacinas no controle de doenças e prevenção de epidemias. 

Em meio ao sentimento de espera que o Brasil e o mundo vivem em relação à chegada da vacina de prevenção ao coronavírus, a Agência Tatu separou quatro acontecimentos nos últimos 10 anos que deixaram em alta o termo “vacina” nas pesquisas no Google no país.

Os números representam o interesse de pesquisa numa escala de 0 a 100, de menos popular para mais popular, respectivamente. Foram contabilizadas as pesquisas entre os dias 01/01/2010 e 16/10/2020.

ABRIL DE 2010: Primeira mobilização nacional para vacinação contra a gripe H1N1

Em abril de 2009, a OMS declarou a pandemia da gripe Influenza A. De acordo com o Ministério da Saúde, foram confirmados 2060 óbitos no ano de 2009 no Brasil. Com 75 pontos de popularidade, é iniciada em abril de 2010 a primeira mobilização nacional de vacinação contra a gripe H1N1.  

ABRIL DE 2016: O ano mais mortal da H1N1 desde 2009

Com 63 pontos de popularidade, era iniciada em abril de 2016 mais uma campanha nacional de vacinação contra a gripe H1N1. De acordo com o Ministério da Saúde, foram registrados 1982 óbitos pela doença no ano de 2016, sendo mais baixo apenas que o registrado no ano de chegada do vírus no país. A campanha perdurou até o dia 20 de maio do mesmo ano.

JANEIRO DE 2018: Testes da vacina do zika vírus

Com 99 pontos, era noticiado pelo Jornal Nacional que haviam sido iniciados os testes da vacina do zika vírus em humanos. De acordo com o Ministério da Saúde, foram registrados 233.659 casos prováveis de febre pela doença no país nos anos de 2016 e 2017.

MARÇO DE 2020: Pandemia da covid-19

Com 100 pontos de popularidade, a pandemia da covid-19 fez com que o termo “vacina” subisse 81 pontos em apenas três meses desde que foi notificado o primeiro caso em Wuhan, na China, em dezembro do ano passado. Em relação ao mês de março de 2019, foi constatado um aumento de 79 pontos. 

Mesmo que a vacina contra o novo coronavírus ainda não seja uma realidade, há outras campanhas de vacinação em atuação no país. contra outras doenças. Confira abaixo!

Até o dia 30 de outubro:

Multivacinação e atualização vacinal de pessoas até os 15 anos

Poliomielite, para crianças de 1 a 5 anos de idade

Sarampo, para pessoas entre 20 a 49 anos de idade

*Estagiária sob supervisão da editoria

Assine a nossa newsletter

Recomendadas pra você

Receba conteúdo gratuito da Tatu diretamente no seu WhatsApp.