Agência Tatu abre inscrições para jornalistas colaboradores de todo o Brasil

Profissionais farão parte de programa de colaboradores para produção de conteúdos voltados para o Nordeste

Time da Agencia Tatu no escritorio scaled - Agência Tatu abre inscrições para jornalistas colaboradores de todo o Brasil
Compartilhe

Com o objetivo de fortalecer o jornalismo de dados local e contar com a colaboração de profissionais de outras partes do Brasil, a Agência Tatu lançou o TatuColab, um programa de criação de banco de dados de jornalistas freelancers de diferentes estados do país. As inscrições para os profissionais que desejam integrar o sistema de colaboradores da Tatu estão abertas e podem ser feitas neste link.

O TatuColab vai funcionar da seguinte forma: os jornalistas já graduados ou estudantes poderão se cadastrar para atuar como colaboradores da Agência Tatu e contarão com três faixas diferentes de remuneração, conforme o nível de exigência do conteúdo: “produção completa”, “produção” e “apenas texto”. Os valores pagos por cada produção variam de R$200 a R$1.100; confira aqui as especificações para cada tipo de trabalho a ser desenvolvido.

De acordo com Lucas Thaynan, cofundador e diretor de visualização da Tatu, o intuito é poder contar com uma gama de profissionais que sejam capazes de sugerir pautas e produzir conteúdos com um novo olhar sobre o Nordeste.

“Assim como outros veículos do país, nós decidimos criar um banco de colaboradores para que possamos ter mais profissionais capazes de abordar, com propriedade, temáticas interessantes sobre estados brasileiros, especialmente os do Nordeste”, explicou

O TatuColab contará, ainda, com um programa de capacitação em jornalismo de dados para parte dos profissionais inscritos. “Nosso intuito é, acima de tudo, fortalecer o jornalismo de dados local e levar conteúdo da Agência Tatu para outros estados da nossa região”, reforçou o diretor de tecnologia, Lucas Maia.

Para saber mais sobre o TatuColab, acesse o site: www.agenciatatu.com.br/tatucolab

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

hanseníase no nordeste

Nordeste é a região que menos reduziu casos de hanseníase no Brasil

Dados do Ministério da Saúde mostram redução de 33,1% de casos de hanseníase entre 2013 e 2022
Capa da matéria sobre violência em ambiente escolar.

Combate à violência em ambiente escolar ganha força com nova lei

Legislação surgiu como forma de conter ataques em escolas; 2023 foi o ano com maior quantidade de casos nos últimos 22 anos
Capa da matéria sobre empreendedores surdos do Nordeste. Fundo em azul com mãos, em preto e branco, fazendo os sinais em Libras formando a palavra Negócio Acessível".

Empreendedores surdos provam que deficiência não limita capacidade de ter a própria empresa

Reportagem especial traz histórias de três empreendedores surdos e seus negócios
pessoas em situação de rua

Nordeste lidera aumento de violência contra pessoas em situação de rua

Somente em AL, mais de 300 pessoas em situação de rua foram mortas nos últimos 11 anos; Segurança Pública de diversos estados não identifica condição de vítimas ou tem dados subnotificados