Agência Tatu é selecionada para projeto de jornalismo do Google

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Iniciativa genuinamente alagoana é a única representante da região Nordeste

A Agência Tatu de Jornalismo de Dados foi um dos dez projetos aprovados para integrar o Startup Lab, programa de aceleração de startups jornalísticas do Google News Initiative que apoia empresas comprometidas com o desenvolvimento de produtos inovadores que promovam jornalismo de qualidade.

A Tatu foi selecionada por um júri composto por membros das entidades parceiras do Startup Lab (Google for Startups, Insper e Echos) com base em alguns critérios, como: proposta de valor à sociedade clara e bem definida; adequação do produto às necessidades do mercado; qualificação da equipe; viabilidade de execução; contribuição para a diversidade, entre outros fatores. 

Durante o programa, as empresas contempladas podem receber até US$ 20.000 em financiamento e terão acesso a mentoria, treinamento e workshops sobre assuntos como estratégia, produto, modelos de negócio, vendas e marketing, construção de comunidade e levantamento de fundos.

Genuinamente alagoana, a Agência Tatu é a única representante da região Nordeste. As outras nove iniciativas selecionadas são: Alma Preta, AzMina, Bori, Fervura, Galápagos Newsmaking, MyNewsNúcleo Jornalismo, Ponte Jornalismo e São Paulo para Crianças

Com três anos de história e comprometida com a informação de utilidade pública, a Tatu conquistou diversos prêmios e é reconhecida pela produção de conteúdo e aplicativos inovadores para a realidade local e regional.

O programa do Google News Initiative tem início em novembro e a expectativa de duração é de 20 semanas, finalizando com um Demo Day, no qual as startups participantes terão a oportunidade de apresentar seu pitch para potenciais investidores.

Sobre a Tatu 

A Agência Tatu de Jornalismo de Dados surgiu como um veículo laboratorial desenvolvido por três estudantes de Jornalismo da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), os quais tinham o desejo em comum de fundar uma agência de notícias com foco em matérias produzidas com dados. Com o apoio de três professores do curso, muita pesquisa, estudos e investimentos, o veículo foi lançado oficialmente em abril de 2017.

A startup tem como foco o de produzir material jornalístico, relevante, sobre o estado de Alagoas a partir da exploração e visualização de dados, em múltiplos formatos, com a utilização de elementos como texto, vídeos e gráficos estáticos e interativos. Um conteúdo que fosse além da informação factual, utilizando dados dispostos em portais de transparência e acessados por meio de solicitações feitas aos órgãos pela Lei de Acesso à Informação (LAI).

A Agência Tatu busca extrair, estruturar, analisar e transformar dados brutos em histórias visualmente interessantes e compreensíveis. Focamos o trabalho em temáticas que acreditamos serem de interesse e relevância para a sociedade alagoana.

O nome da Agência surge devido à relação da prática que caracteriza o tatu (animal silvestre comum na mata atlântica), a da escavação. A atividade natural desse mamífero faz referência direta à primeira – e uma das mais importantes – etapas na elaboração de uma reportagem guiada por dados: a busca e extração das informações, seja nas páginas da internet, documentos físicos ou fazendo uso da Lei de Acesso à Informação (LAI).

Assine a nossa newsletter

Recomendadas pra você

Receba conteúdo gratuito da Tatu diretamente no seu WhatsApp.