Deputados alagoanos recebem R$ 135 mil de diárias em ‘viagens oficiais’ pelo o mundo

Em três anos e meio de mandato, os deputados federais de Alagoas viajaram pelo menos 35 vezes em “missões oficiais” dentro e fora do Brasil. Eles percorreram no total oito estados brasileiros e 11 países, distribuídos em quatro continentes (América, África, Europa e Ásia), de acordo com dados colhidos pela reportagem da Agência Tatu no site da

Matéria viagens deputados - Deputados alagoanos recebem R$ 135 mil de diárias em 'viagens oficiais' pelo o mundo
Compartilhe

Em três anos e meio de mandato, os deputados federais de Alagoas viajaram pelo menos 35 vezes em “missões oficiais” dentro e fora do Brasil. Eles percorreram no total oito estados brasileiros e 11 países, distribuídos em quatro continentes (América, África, Europa e Ásia), de acordo com dados colhidos pela reportagem da Agência Tatu no site da Câmara dos Deputados.

A soma do gasto com diárias recebidas pelos parlamentares, de janeiro de 2015 a junho de 2018, chegou a quantia de R$ 135.979,42. No entanto, o valor de fato recebido por eles pode ser bem maior, já que em 15 viagens não constam as informações dos valores e da quantidade de diárias.

Segundo as normas da Câmara, nas viagens oficiais os deputados têm direito a receber diárias para o custeio com transporte, hospedagem e alimentação. Nas viagens nacionais o valor da diária é de R$ 524,00. Já nas internacionais, a ajuda de custo por dia varia de US$ 391,00 dólares (em torno de R$ 1.497,00) a US$ 428,00 dólares (R$ 1.639,28) a depender do país de destino.

Abaixo é possível navegar pela linha do tempo e ver cada viagem realizada pelos deputados alagoanos:

 

Relatórios

Apesar da obrigatoriedade da apresentação do relatório das atividades desenvolvidas durante a viagem, como determina a Câmara dos Deputados (consulte neste link), alguns parlamentares não estão cumprindo a medida. Como é o caso do deputado Paulão (PT), em que das 12 viagens realizadas, apresentou apenas o relatório de duas.

Por outro lado, os deputados Pedro Vilela (PSDB), Arthur Lira (PP) e Maurício Quintella (PR), ex-ministro dos Transportes, são os mais transparentes por apresentar os relatórios de todas as viagens realizadas por eles.

Um dado que chama a atenção é o da categoria de passagem do voo escolhida pelo parlamentar. Em 83% das vezes, o deputado Maurício Quintella (PR) viajou de classe executiva, já o deputado Paulão (PT) não informou a categoria da viagem em dez, das 12 feitas por ele.

Na tabela abaixo apresentamos os dados detalhados de cada viagem. Nela, é possível filtrar por um determinado parlamentar, baixar os relatórios clicando em “Disponível” ou mesmo saber mais informações passando o cursor nas bandeiras dos países.

Esta matéria apresenta apenas os dados de deputados alagoanos que constam na plataforma da Câmara dos Deputados. Os parlamentares que não foram citados na matéria não possuem viagens registradas.

Entramos em contato com as assessorias dos deputados Paulão e Maurício Quintella, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos retorno.


Dados abertos

Prezamos pela transparência, por isso disponibilizamos a base de dados e documentos utilizados na produção desta matéria para consulta:

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

Capa da matéria "Lula venceu em 98,9% dos municípios do Nordeste, no 2º turno". Ilustração digital com fundo vermelho contendo mapa do nordeste, no primeiro plano tem uma imagem do Lula apertando mãos de pessoas.

Lula venceu em 98,9% dos municípios do Nordeste, no 2º turno

Candidato do PT também foi o mais votado na maioria dos municípios brasileiros
capa candidatos eleitos governador - Eleições 2022: Confira os governadores eleitos no Nordeste no 2º turno

Eleições 2022: Confira os governadores eleitos no Nordeste no 2º turno

Veja ainda dados de abstenção e presidente mais votado em cada um dos estados nordestinos
Capa: presos podem votar? Ilustração com urna eletrônica e pessoa algemada

Presos podem votar no Brasil?

No Brasil o voto de pessoas privadas de liberdade é permitido apenas aos presos provisórios e adolescentes custodiados; Menos de 7% dos presos provisórios brasileiros estão aptos a votar nas Eleições 2022
Capa da matéria "Eleições 2022: o que é a democracia e quais regimes políticos já passaram pelo Brasil". Ilustração digital que traz um fundo azul, várias mãos para o alto e alguns balões de dialógo logo acima.

Eleições 2022: o que é a democracia e quais regimes políticos já passaram pelo Brasil

Democracia tem sido elemento central no debate eleitoral de 2022