Publicação distorce fala de Lula sobre pessoas pobres

Vídeos enganam ao utilizar recortes de discursos de Lula (PT) em Teresina (PI) e em Brasília (DF)

Publicação distorce fala de Lula sobre pessoas pobres
Predominantemente falso
Compartilhe

Conteúdo investigadoVídeos com recortes de discursos de Lula em Teresina, no dia 21 de junho de 2024, e em convenção do PT, em 8 de dezembro de 2023, em que o presidente teria dito que políticos não deveriam cuidar de pessoas pobres porque quando elas estudam e ascendem socialmente deixam de votar.

Onde foi publicado: TikTok.

Conclusão do Comprova: Vídeos tiram de contexto trecho de discurso do presidente Lula (PT) realizado em 21 de junho, em Teresina, durante o evento de encerramento da Caravana Federativa, evento itinerante que visa a promover a articulação entre as esferas de governo federal, para discutir programas, políticas e serviços públicos. As publicações recortam falas do presidente e alegam que ele teria dito que os políticos não deveriam tirar pessoas da pobreza porque, se elas estudarem e aumentarem o padrão de vida, não votarão mais.

Os posts exibem o seguinte trecho da fala de Lula: “Então, pobre é pobre, tem que trabalhar, pobre é pobre, a gente ganha o voto de pobre na época da lei, para que cuidar de pobre? Porque na hora que a gente começa a ajudar as pessoas mais humildes e as pessoas vão comendo, as pessoas vão trabalhando, as pessoas vão estudando, as pessoas também ficam mais conscientes politicamente e as pessoas podem não votar, sabe?”.

Na transcrição do discurso e na gravação completa do pronunciamento, disponibilizadas pelo Planalto, é possível ver que as publicações enganosas cortaram a parte em que Lula atribui esse pensamento à “elite conservadora” do Piauí. Nesse momento, ele fazia uma reflexão sobre a dificuldade de fundar o PT, e não ao presente. “Aqui tinha uma elite conservadora muito comprometida com a elite conservadora do Sul do país”, afirmou o petista.

“É que muita gente da elite que governou o Nordeste, eles pensavam como pensava a elite do Sul do país e estavam pouco se lixando para fazer o desenvolvimento dos seus estados, porque eles viviam bem, ele vivia bem, ele não passava fim de semana aqui no Piauí, eles viajavam”, criticou Lula.

Um dos posts analisado pelo Comprova exibe ainda outro recorte de um discurso de Lula feito no dia 8 de dezembro de 2023, durante uma conferência do PT em Brasília (DF), em que o presidente diz que o perfil do eleitor do partido é de classes mais baixas, como mostra a íntegra da fala. Como verificado pelo UOL, o petista não disse que esses eleitores não são inteligentes ou não podem ascender socialmente, porque deixariam de votar no partido. Ele fazia, na verdade, uma reflexão sobre a necessidade da legenda conversar com outras classes sociais.

“Quem vota majoritariamente no PT são pessoas que ganham até dois salários mínimos. Um metalúrgico de São Bernardo, que ganha R$ 8 mil, já não quer mais votar na gente. Pega a pesquisa e vocês percebem que quem ganha acima de cinco salários mínimos já tem dificuldade de votar na gente. É por que essa pessoa ficou ruim? Não, é porque possivelmente essa pessoa elevou um milímetro padrão de vida dela, de aprendizado dela e nós não aprendemos a conversar com ela”, disse Lula durante a convenção do partido em Brasília.

O Comprova entrou em contato com os autores dos post enganosos, mas não houve retorno.

Para o Comprova, enganoso é o conteúdo retirado do contexto original e usado em outro de modo que seu significado sofra alterações; que usa dados imprecisos ou que induz a uma interpretação diferente da intenção de seu autor; conteúdo que confunde, com ou sem a intenção deliberada de causar dano.

Alcance da publicação: O Comprova investiga os conteúdos suspeitos com maior alcance nas redes sociais. Os vídeos analisados somavam até o dia 25 de junho mais de 308,9 mil visualizações, 16,6 mil curtidas e 1,7 mil comentários.

Fontes que consultamos: Fizemos uma busca reversa no Google para encontrar os vídeos na íntegra, procuramos os discursos nos canais oficiais do governo e consultamos outras verificações feitas por outros veículos.

Por que o Comprova investigou essa publicação: O Comprova monitora conteúdos suspeitos publicados em redes sociais e aplicativos de mensagem sobre políticas públicas, saúde, mudanças climáticas e eleições no âmbito federal e abre investigações para aquelas publicações que obtiveram maior alcance e engajamento. Você também pode sugerir verificações pelo WhatsApp +55 11 97045-4984.

Outras checagens sobre o tema: O Estadão já verificou o discurso de Lula feito no Piauí e entendeu ser enganosa a afirmação de que o presidente defendia exploração eleitoral da população carente. O Comprova já mostrou casos semelhantes com recorte da fala do ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso e com outra declaração do petista, em que a voz do presidente foi distorcida para alimentar teoria conspiratória.

Metodologia

A matéria faz parte de uma curadoria de checagens de fatos do Projeto Comprova, uma coalisão de veículos de comunicação que se dedicam a combater a desinformação da qual a Agência Tatu é integrante.

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

não é bem assim: sobre doação de Eduardo Bolsonaro para Trump

Post distorce reportagem para acusar Eduardo Bolsonaro de doar dinheiro público a Trump

Intercept revelou, na verdade, pagamento do Partido Liberal (PL) ao advogado Sérgio Sant’Ana, sócio de Eduardo
Comprova lança projeto para enfrentamento da desinformação nas eleições municipais

Comprova lança projeto para enfrentamento da desinformação nas eleições municipais com 42 veículos de comunicação

Com patrocínio master do Google, projeto terá três novos integrantes e vai apoiar com treinamento e consultorias gratuitas jornalistas de outros veículos nas eleições. Meta também volta a apoiar o Comprova em 2024
Fotos de enchente no Maranhão são antigas

Fotos de alagamento no Maranhão são antigas e não retratam atual situação do estado

Publicação enganosa traz quatro imagens, mas apenas uma retrata situação em 2024
é fake que Lula foi vaiado

É falso que Lula tenha sido vaiado em AL e aconselhado por Janja a deixar microfone

Vídeo original mostra que não houve afirmações como as da legenda de conteúdo compartilhado