Norte e Nordeste lideram redução de fumantes no país

Estimativa do Ministério da Saúde mostra queda no consumo de cigarro em todas as capitais desde 2006

4 1 - Norte e Nordeste lideram redução de fumantes no país
Compartilhe

O consumo de cigarro no Brasil diminuiu nos últimos 15 anos e as regiões que com maior redução são o Norte e o Nordeste. A estimativa do Ministério da Saúde mostra queda desde 2006. Porto Velho, Teresina, Macapá e Maceió são as capitais que lideram a ranking.

Os dados, analisados pela Agência Tatu, fazem parte da publicação Vigilância de Fatos de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) do Ministério da Saúde. O resultado da pesquisa realizada entre 2006 e 2020 foi divulgado em março deste ano.

E492C01C 3EF1 4E76 A0F4 8C767067FCCC scaled - Norte e Nordeste lideram redução de fumantes no país

A pesquisa estima que 6,2% dos fumantes brasileiros abandonaram o vício. O Norte e o Nordeste lideram a redução com 8,8% e 7,6%, respectivamente, ficando à frente da média nacional.

A capital que menos reduziu foi Florianópolis (SC) com 2,3% e a que lidera o ranking é Porto Velho (RO) com 12,6% menos fumantes. O levantamento, realizado em 2020, consultou 27.077 brasileiros de todas as idades.

Durante 15 anos de pesquisa, é possível perceber que houve variações no número de fumantes em cada faixa etária. Em 2006, por exemplo, a maioria tinha entre 45 e 54 anos (22,8%), seguida dos brasileiros entre 35 e 44 anos (18,7%). Já em 2020, a maior parte dos fumantes tinha entre 55 e 64 anos (12,2%) e logo após os de 25 a 34 anos (10,6%).

Consequências do tabagismo

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) trata o consumo do tabaco como uma epidemia, que é responsável pela morte de mais de 8 milhões de pessoas por ano. O organismo internacional estima que 7 milhões dessas mortes são resultado do uso direto do tabaco, enquanto 1,2 milhão são devido ao fumo passivo. O tabagismo contribui para o desenvolvimento de vários tipos de câncer, doenças cardíacas e Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Dados abertos

Prezamos pela transparência, por isso disponibilizamos a base de dados e documentos utilizados na produção desta matéria para consulta:

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

Colagem em preto e branco de pessoas com baldes e bacias em menção aos domicílios brasileiros sem água encanada

67% dos domicílios brasileiros sem água encanada estão na região Nordeste

Em todo o país, mais de 4,8 milhões de pessoas residem em domicílios sem água canalizada
Capa da matéria "Nordeste já registrou mais de 15 mil casos de dengue em 2024" publicada originalmente na Agência Tatu.

Nordeste já registrou mais de 15 mil casos de dengue em 2024

Sudeste concentra maior porcentagem dos registros no Brasil; especialistas reforçam que é fundamental manter os cuidados e prevenção
Capa da matéria "Apenas 13 a cada 100 habitantes do Nordeste têm plano de saúde" publicada originalmente na Agência Tatu.

Apenas 13 a cada 100 habitantes do Nordeste têm plano de saúde

Maranhão é o estado com menor quantitativo proporcional da região
hanseníase no nordeste

Nordeste é a região que menos reduziu casos de hanseníase no Brasil

Dados do Ministério da Saúde mostram redução de 33,1% de casos de hanseníase entre 2013 e 2022