Eleições 2022: O que você precisa saber antes de votar

Veja como funcionam as urnas e a dinâmica no dia da votação

Ilustração de uma urna eletrônica com papel impresso do boletim de urna ao lado em fundo verde e com a logo da Justiça federal da tela na urna como capa da matéria sobre informações gerais para votar nas eleições 2022
Compartilhe

Urnas eletrônicas, documentação, processo eleitoral. São alguns mecanismos modernos utilizados nas eleições brasileiras e que é necessário que os eleitores estejam atentos para o primeiro turno, que ocorrerá no dia 2 de outubro. 

A seguir, a Agência Tatu traz informações para que o eleitor fique por dentro de tudo que envolve as eleições majoritárias deste ano.

Obrigatoriedade do voto e título de eleitor

Os brasileiros podem votar a partir dos 16 anos, mas o voto só é obrigatório a partir dos 18. O título de eleitor, documento emitido pela Justiça Eleitoral exclusivamente para votar, pode ser emitido pela internet, confira o passo a passo para emissão.

Além de emitir digitalmente, quem já possui o título pode tê-lo em formato digital, com o e-Título. A Tatu produziu um webstore explicando como obter o documento para o formato digital e tê-lo disponível no smartphone para o dia da votação. Com o documento oficial do voto em mãos, o próximo passo é conferir o local e sua zona eleitoral. A consulta pode ser realizada no site do Tribunal Superior Eleitoral, colocando alguns dados pessoais de forma rápida e prática.

Recomendações

No dia das eleições é recomendado levar uma lista com os números dos candidatos escolhidos e não há problema em usar a “cola”. Além disso, é permitido o uso de camisetas, adesivos, broches e crachás dos partidos e candidatos que preferir. Por outro lado, é proibida a realização de propagandas, distribuição de panfletos, coação ou impulsionar conteúdos via internet no dia do pleito. 

As urnas eletrônicas são seguras?

As urnas, máquinas eletrônicas em que são realizadas as votações, também são preparadas previamente com codificação, assinatura digital e antes do primeiro voto é impressa a zerésima, que é o comprovante de nenhum voto computado até aquele momento. O aparelho não possui nenhum acesso à internet, qualquer software relacionado ou chip. Ela foi desenvolvida e programada exclusivamente para a votação.

Os votos são registrados em duas memórias dentro do dispositivo depois que o eleitor seleciona os candidatos e aperta confirma. Ao fim da votação são gerados cinco Boletins de Urna com todos os votos do dia, um é colado na porta da zona eleitoral e os demais enviados para o centro de transmissão do local, para totalização no canal de acesso exclusivo da Justiça Eleitoral. 

O comprovante de votação deve ser solicitado antes de deixar a sala de votação. Caso não lembre, não há segunda via, mas é possível ter comprovação do comparecimento a partir do comprovante de quitação solicitado em cartório ou no site do TSE. As ausências no dia da votação também podem ser justificadas digitalmente. 

Como funciona a apuração?

A apuração é realizada a partir dos Boletins e os resultados divulgados pelo TSE, mas podem ser acompanhados pelo divulgaweb ou Registro Digital de Voto. 

Antes de votar, é importante conhecer cada candidato e proposta, a partir de informações confiáveis. 

De acordo com informações do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Alagoas, a recomendação é observar a legislação eleitoral e os possíveis crimes eleitorais. Caso encontre algum conteúdo duvidoso sobre os candidatos a qualquer cargo do Nordeste, envie para a Dandara, robô responsável por monitorar informações na internet. 

*Estagiária sob supervisão da editoria 

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

hanseníase no nordeste

Nordeste é a região que menos reduziu casos de hanseníase no Brasil

Dados do Ministério da Saúde mostram redução de 33,1% de casos de hanseníase entre 2013 e 2022
Capa: presos podem votar? Ilustração com urna eletrônica e pessoa algemada

Presos podem votar no Brasil?

No Brasil o voto de pessoas privadas de liberdade é permitido apenas aos presos provisórios e adolescentes custodiados; Menos de 7% dos presos provisórios brasileiros estão aptos a votar nas Eleições 2022
Capa da matéria "Eleições 2022: o que é a democracia e quais regimes políticos já passaram pelo Brasil". Ilustração digital que traz um fundo azul, várias mãos para o alto e alguns balões de dialógo logo acima.

Eleições 2022: o que é a democracia e quais regimes políticos já passaram pelo Brasil

Democracia tem sido elemento central no debate eleitoral de 2022
capa candidatos eleitos governador - Eleições 2022: Confira os governadores eleitos no Nordeste no 2º turno

Eleições 2022: Confira os governadores eleitos no Nordeste no 2º turno

Veja ainda dados de abstenção e presidente mais votado em cada um dos estados nordestinos