Adoção tardia: 85% dos pretendentes ignoram 650 crianças no Nordeste

Quase 80% das crianças que esperam por adoção têm mais de 6 anos de idade e estão fora do perfil buscado pelas pessoas que pretendem adotar

Adocao de criancas 1 - Adoção tardia: 85% dos pretendentes ignoram 650 crianças no Nordeste
Compartilhe

A adoção tardia no Brasil é um grande desafio. Na região Nordeste, por exemplo, são mais de 4.600 pessoas com interesse em adotar crianças cadastradas no Sistema Nacional de Adoção, no entanto, 84,7% delas estão à procura de crianças de até 6 anos. Por outro lado, 650 crianças das unidades de acolhimento, 78,9% de 822, têm mais de 6 anos e podem atingir a maioridade sem receber o afeto de um lar. 

Os dados do Painel de Acompanhamento do Conselho Nacional de Justiça, responsável pelo Sistema Nacional de Adoção, foram analisados pela Agência Tatu e, a partir de um comparativo, é possível perceber uma grande diferença entre o número de pretendentes a mães e pais adotivos e o de crianças disponíveis para adoção. A maior diferença se concentra na preferência por idade, como mostrada no gráfico abaixo, com dados atualizados nesta quinta-feira (4). 

Interesse em adoção diminui com avanço da idade das crianças

No Nordeste, 85% dos interessados ignoram 78,9% das crianças

A Comissão da Criança e do Adolescente da OAB/AL acompanha os trabalhos das unidades de acolhimento e reconhece que a adoção tardia não é comum, o que dificulta o sistema de adoção. “As pessoas muitas vezes buscam na adoção uma forma de suprir algo que ainda não foi preenchido e isso reflete em suas escolhas quando se cadastram. Elas terminam escolhendo crianças menores, em sua maioria a preferência são bebês e crianças menores de 8 anos”, explica o advogado Thiago Rocha, presidente da Comissão. 

Com essa barreira entre interessados em adoção e crianças com mais de 6 anos, o clima é de ansiedade para quem está chegando aos 18 anos, como observa Álvaro Farias,  coordenador geral de Acolhimento Institucional de Maceió: “Como são crianças que passaram por traumas familiares, já são por si só mais sensíveis emocionalmente. Os processos causam bastante ansiedade nas crianças, além de muita expectativa”. 

O avanço da idade é motivo de apreensão, porque ao atingir a maioridade elas precisam deixar as casas de acolhimento. A OAB supervisiona esse tipo de situação para que os direitos do futuro jovem sejam assegurados. “Através de políticas públicas, o Estado tem o dever de preparar tal jovem, com cursos profissionalizantes, para que consigam entrar no mercado de trabalho”, sinaliza Thiago Rocha. 

Adotar é amor

Algumas campanhas são realizadas para incentivar a adoção tardia, a exemplo da iniciativa do Tribunal de Justiça de Alagoas, que lançou o site Adotar é amor. No portal, é possível conferir depoimentos de algumas crianças e ter informações sobre a adoção e apadrinhamento. 

Dados abertos

Prezamos pela transparência, por isso disponibilizamos a base de dados e documentos utilizados na produção desta matéria para consulta:

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

pessoas em situação de rua

Nordeste lidera aumento de violência contra pessoas em situação de rua

Somente em AL, mais de 300 pessoas em situação de rua foram mortas nos últimos 11 anos; Segurança Pública de diversos estados não identifica condição de vítimas ou tem dados subnotificados
chuva de granizo no nordeste

Chuva de granizo já surpreendeu 90 municípios do Nordeste em 5 anos

Somente nos últimos 15 dias de 2023, 17 cidades da região vivenciaram o fenômeno
Capa da matéria sobre empreendedores surdos do Nordeste. Fundo em azul com mãos, em preto e branco, fazendo os sinais em Libras formando a palavra Negócio Acessível".

Empreendedores surdos provam que deficiência não limita capacidade de ter a própria empresa

Reportagem especial traz histórias de três empreendedores surdos e seus negócios
mina subterrânea da Braskem ameaça afundar em Maceió após novos tremores

Caso Braskem: mina subterrânea ameaça afundar em Maceió após novos tremores

Mineradora é responsável pelo crime ambiental registrado na cidade