Eclipse solar do dia 14 de outubro vai ser visto em todo o Nordeste; veja estados com maior cobertura

Fenômeno cósmico ocorrerá durante a tarde

Capa da matéria publicada originalmente na Agência Tatu. "Eclipse solar anular do dia 14 de outubro vai ser visto em todo o Nordeste; Paraíba e Rio Grande do Norte terão maior cobertura" trata-se de uma foto de como seria o eclipse.
Compartilhe

No próximo sábado (14), acontecerá o fenômeno cósmico do eclipse solar anular, que, diferente da sua última ocorrência em junho de 2021, será visível no Brasil. Alguns estados, principalmente os do Nordeste, terão maior parte da cobertura do sol visível, especialmente na Paraíba e Rio Grande do Norte.

O eclipse solar anular ocorre quando a Lua passa entre a Terra e o Sol, mas não cobre completamente o disco solar. Em vez disso, se forma um anel de fogo ao redor da Lua, deixando apenas uma pequena parte do Sol visível. Esse fenômeno é resultado da órbita elíptica da Lua, ou seja, o movimento levemente oval, que faz com que ela esteja mais distante da Terra em alguns pontos de sua trajetória.

A Agência Tatu organizou os horários de início, máxima e fim do eclipse, mesmo sendo parcial ou total utilizando o mapa interativo do site Time and Date. O próximo eclipse só ocorrerá em 2 de outubro de 2024, mas esse será o com melhor visibilidade do Nordeste pelas próximas décadas, então, confira abaixo os horários para não perder o fenômeno:

Infográfico eclipse anular do sol dia 14 de outubro

No Brasil, o fenômeno será visível durante a tarde, com as capitais Natal, no Rio Grande do Norte, e João Pessoa, na Paraíba, sendo as únicas cidades no caminho da anularidade, enquanto as demais cidades terão vista parcial do eclipse com cobertura do sol indo de 71% em Salvador a 87% em Teresina. Outras regiões terão uma visão parcial do eclipse e uma cobertura menor da lua pelo sol.

“Os eclipses solares ocorrem numa definida pelo deslocamento da sombra da Lua sobre a superfície da Terra. Somente as localidades em que a sombra passar, verão o eclipse em sua totalidade. As regiões próximas a essa faixa descrita pela sombra da Lua, terão um eclipse parcial”, explicou o professor-coordenador do Observatório Astronômico Genival Leite Lima da Secretaria de Educação de Alagoas, Adriano Aubert.

Dicas para ver o eclipse com segurança

Observar um eclipse anular do Sol é emocionante e muito atípico do dia-a-dia, mas é fundamental levar em consideração algumas questões de segurança para proteger a sua visão. Aqui estão algumas dicas essenciais:

  • Use óculos de proteção solar: Certifique-se de usar óculos de proteção solar certificados pela ISO para observar o eclipse. Nosso olho só estará protegido com o uso de um óculos apropriado para eclipse solar que dispõe de um filtro especial ou com um vidro de máscara de soldador nº 14, este último, disponível em lojas de material de construção. Esses óculos bloqueiam a maioria da luz solar prejudicial.
  • Óculos de sol comuns não oferecem proteção adequada. Não os utilize para observar o Sol durante um eclipse. 
  • Filtros solares para equipamentos ópticos: Se você planeja usar telescópios ou binóculos, certifique-se de usar um filtro solar adequado para reduzir a intensidade da luz solar.
  • Evite fotografias sem proteção: Fotografar o eclipse solar sem proteção adequada pode danificar a câmera. Use filtros solares nas lentes da câmera ou siga as orientações do fabricante para fotografar com segurança.
  • Evite observações prolongadas: Faça pausas regulares para descansar seus olhos durante a observação.
  • Esteja ciente do horário e local: Saiba quando e onde o eclipse será visível em sua região. Planeje sua observação com antecedência.

Como acontecem os eclipses?

O eclipse solar é resultado do alinhamento entre o Sol, a Lua e a Terra, como explica o professor de geografia do Centro de Ciências e Tecnologia da Educação da Seduc, Bruno Bianchi. “Considerando que a órbita da Lua é inclinada cerca de 5° em relação à órbita da Terra, o eclipse solar só ocorre quando há interseção entre os planos de suas órbitas. Essa interseção é chamada de linha dos nodos, e por essa condição, o eclipse solar não ocorre a cada lua nova”.

O professor ainda contou que os eclipses projetam duas regiões de sombra bem pontuais na Terra. A umbra, que oculta totalmente o Sol e não recebe luz, causando o eclipse total, e a penumbra, que é a região de transição entre a sombra e a luz, cobrindo parcialmente o Sol e causando um eclipse parcial. A umbra nunca ultrapassa os 270 km de largura, tornando a totalidade do eclipse bem restrita a uma região do planeta.

“No caso do eclipse de 14 de outubro, como a Lua está em um ponto da órbita mais afastada da Terra (apogeu), seu diâmetro aparente será menor que o do Sol, gerando uma visão de anel. Nesta condição, chama-se eclipse solar anular, diferente do eclipse total do Sol quando a Lua cobre totalmente o disco solar”, completou Bianchi.

Veja ao vivo pela internet

O Observatório Nacional, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), em parceria com a organização internacional Time and Date, transmitirá ao vivo todo o eclipse solar anular. A live poderá ser vista neste link, a partir das 11h30, no horário de Brasília.

Dados abertos

Prezamos pela transparência, por isso disponibilizamos a base de dados e documentos utilizados na produção desta matéria para consulta:

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

fake cepa braskem - É falso! Colapso de mina da Braskem não deve afetar principal avenida de Maceió

É falso! Colapso de mina da Braskem não deve afetar principal avenida de Maceió

Avenida Fernandes Lima está fora da área de risco; Entenda nos mapas
capa fake violencia alagoas - É  falso! Violência em Alagoas não aumentou em 2023

É  falso! Violência em Alagoas não aumentou em 2023

Dados de 2022 e 2023 mostram redução de 1,2% no número de casos de mortes violentas intencionais; feminicídio teve queda de 34%
mulher segura bloco de construção criado com materiais recicláveis de carapaças de siri

Blocos ecológicos: carapaças e conchas se tornam material de construção em Alagoas

Reportagem especial da Agência Tatu mostra como resíduos se transformaram em materiais sustentáveis através da ciência
SururuBot Agencia Tatu - Agência Tatu lança robô que escreve matérias de utilidade pública com auxílio de IA

Agência Tatu lança robô que escreve matérias de utilidade pública com auxílio de IA

Projeto piloto divulga vagas de emprego em Maceió e é o primeiro da startup que utiliza Inteligência Artificial generativa; todo conteúdo passa por revisão humana