Em Alagoas, 1 em cada 3 candidatos não concluiu o Ensino Médio

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Informações foram fornecidas pelos próprios candidatos ao TSE

Por Lucas Thaynan

Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que 33,4% dos candidatos aos cargos de vereador, prefeito e vice-prefeito nos 102 municípios alagoanos não chegaram a concluir o Ensino Médio. As informações, analisadas pela Agência Tatu, foram fornecidas pelos próprios candidatos à Justiça Eleitoral.

De acordo com o levantamento, 0,01% dos concorrentes aos cargos públicos de Alagoas afirmaram ser “analfabetos”, 3,69% sabem “ler e escrever”, 13,09% têm “Ensino Fundamental Incompleto” e outros 11,28% “Ensino Fundamental Completo”. 

Os com “Ensino Médio Incompleto” são 5,32%, enquanto os que têm “Ensino Médio Completo” representam 37,71% do total. O percentual dos que declaram ter “Superior Completo” é de 23,85%, já os que têm “Superior Incompleto” são 5,04%.

Escolaridade por município

Cacimbinhas é o município alagoano com mais candidatos que declararam ter nível superior. Dos postulantes aos cargos públicos da cidade, 52,38% informaram ter “Ensino Superior Completo”. Na outra ponta está Matriz de Camaragibe, que tem 47,31% dos candidatos analfabetos e semianalfabetos, ou seja, que apenas sabem ler e escreve. Estes números são proporcionais à quantidade de candidatos de cada município.

Assine a nossa newsletter

Recomendadas pra você

Receba conteúdo gratuito da Tatu diretamente no seu WhatsApp.