Fotos de alagamento no Maranhão são antigas e não retratam atual situação do estado

Publicação enganosa traz quatro imagens, mas apenas uma retrata situação em 2024

Fotos de enchente no Maranhão são antigas
Predominantemente falso
Compartilhe

Conteúdo investigado: Post sobre desabrigados pelas chuvas no Maranhão traz quatro fotos de alagamentos.

Onde foi publicado: X.

Conclusão do Comprova: Post viral engana ao usar imagens de outras situações para tratar dos alagamentos no Maranhão, que já fizeram 31 cidades decretarem situação de emergência em 2024. A publicação enganosa traz quatro imagens, mas apenas uma retrata as consequências das chuvas que estão inundando o estado em 2024.

A primeira foto mostra dois adultos e um adolescente navegando em uma canoa. O Comprova verificou que ela já foi utilizada pelo UOL em reportagem sobre as chuvas que atingiram o Maranhão e o Pará em março de 2023. Segundo o portal, a imagem que retrata cena em Bacabal (MA), é uma reprodução do Instagram.

As outras três imagens foram publicadas em diferentes momentos pelo G1 Maranhão. A segunda foto, um registro aéreo de uma ponte destruída pela força da água, é a única das quatro registrada em 2024. A imagem foi veiculada em uma reportagem da TV Mirante, afiliada à Rede Globo no Maranhão, e portal G1 Maranhão mostrando um trecho da BR-222 que foi cortado pela força da água.

A terceira imagem, de moradores em meio a um alagamento tentando salvar um freezer, estampa reportagem de 2018 sobre chuvas no estado maranhense. Segundo o G1, foi clicada na cidade de Tulum e o autor é Paulino Silva.

A quarta imagem, de dois garotos em uma rua alagada, é uma captura de tela de uma reportagem exibida pela TV Mirante em março de 2023, durante uma cobertura sobre as enchentes no estado.

Atual situação do Maranhão

Ao Comprova, a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Maranhão informou que, até esta sexta-feira (17), 31 municípios decretaram situação de emergência, segundo dados inseridos pelas prefeituras no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD), e um decretou situação de calamidade pública devido às chuvas.

No Maranhão, segundo o Governo do Estado, foram contabilizadas 3.940 famílias afetadas pelas chuvas e não há, atualmente, registro de famílias em abrigos.

Pelo X, o Comprova procurou o perfil Astronomiaum, responsável pelo post, mas não conseguiu contato, pois a conta só pode receber mensagens de perfis verificados. O Comprova fez contato também pelo Instagram do Astronomiaum e até a última atualização desta verificação não obteve resposta.

Enganoso, para o Comprova, é todo conteúdo retirado do contexto original e usado em outro de modo que seu significado sofra alterações; que usa dados imprecisos ou que induz a uma interpretação diferente da intenção de seu autor; conteúdo que confunde, com ou sem a intenção deliberada de causar dano.

Alcance da publicação: O Comprova investiga conteúdos suspeitos com maior alcance nas redes sociais. Até o dia 10 de maio, a publicação teve 1,9 milhão de visualizações. Depois, ela foi apagada por seu autor.

Fontes consultadas: Buscamos por notícias de portais de notícias sobre os impactos das chuvas recentes no Maranhão. Em seguida, procuramos o Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria Municipal de Segurança Cidadã (Semsec) do município de Barreirinhas.

Por que o Comprova investigou essa publicação: O Comprova monitora conteúdos suspeitos publicados em redes sociais e aplicativos de mensagem sobre políticas públicas, saúde, mudanças climáticas e eleições no âmbito federal e abre investigações para aquelas publicações que obtiveram maior alcance e engajamento. Você também pode sugerir verificações pelo WhatsApp +55 11 97045-4984.

Outras checagens sobre o tema: O Estadão Verifica também checou o post verificado aqui e a agência Lupa verificou conteúdo semelhante, que também usa imagens de outras situações para falar do Maranhão. O Comprova também acompanha a situação dos alagamentos no Rio Grande do Sul e explicou recentemente que caminhões com doações ao RS não são retidos por falta de nota fiscal e multas por excesso de peso serão anuladas.

Metodologia

A matéria faz parte de uma curadoria de checagens de fatos do Projeto Comprova, uma coalisão de veículos de comunicação que se dedicam a combater a desinformação da qual a Agência Tatu é integrante.

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

fake maranhao banheiros homofobia - Lei contra a homofobia no Maranhão não trata de acesso a banheiros

Lei contra a homofobia no Maranhão não trata de acesso a banheiros

Fake news surgiu após governador do estado sancionar lei proibindo discriminação de orientação sexual e de identidade de gênero em espaços públicos e privados.
Captura de tela 2024 05 10 084352 1 - É falso que Exército enviou apenas 3 helicópteros para resgate das vítimas das enchentes no RS

É falso que Exército enviou apenas 3 helicópteros para resgate das vítimas das enchentes no RS

Coordenação das aeronaves utilizadas nos resgates cabe à Força Aérea Brasileira (FAB)
decreto de calamidade no Rio Grande do Sul

RS: 90% das cidades em calamidade hoje enfrentaram emergências desde 2013

Número de cidades atualmente em situação de emergência ou calamidade é ainda maior do que no ano passado
não é bem assim: sobre doação de Eduardo Bolsonaro para Trump

Post distorce reportagem para acusar Eduardo Bolsonaro de doar dinheiro público a Trump

Intercept revelou, na verdade, pagamento do Partido Liberal (PL) ao advogado Sérgio Sant’Ana, sócio de Eduardo