Mortes por desnutrição aumentam em mais de mil municípios brasileiros

Nordeste e Sudeste apresentam o maior número de cidades com aumento de mortes causadas pela fome

Imagem mostra buraco no chão com garfo e faca ao lado. Montagem representa a fome. Capa da matéria mostrando onde as mortes por desnutrição aumentaram no país.
Compartilhe

Ano após ano, a quantidade de mortes por desnutrição vem diminuindo no país, entretanto, essa redução não é igual em todos os municípios. Em 2019, 5.302 pessoas morreram por conta da fome no território nacional. No ano seguinte esse número caiu para 4.650 óbitos. No entanto, entre os 5.568 municípios do Brasil, 1.101 tiveram aumento de mortes por conta da fome entre 2019 e 2020. As regiões Nordeste e Sudeste apresentaram os maiores aumentos.

Os dados coletados e analisados pela Agência Tatu são os últimos registros disponíveis na plataforma DataSUS, do Ministério da Saúde, e apontam que a desnutrição tem crescido mais em municípios de pequeno porte.

Cidades com aumento no número de mortes por desnutrição

Quanto maior o círculo, maior foi o aumento de óbitos por desnutrição entre 2019 e 2020

Somente no Nordeste, 422 municípios tiveram aumento na quantidade de óbitos por desnutrição entre 2019 e 2020. Municípios como Passa e Fica (RN), no Agreste Potiguar;  Solânea (PB), no Agreste Paraibano; e Ipirá (BA), no Centro-Norte baiano, são alguns dos exemplos com aumento de casos.

Inclusive, o Centro-Norte baiano é a mesorregião com mais municípios nessa situação, totalizando 32. Nessa lista dos maiores aumentos também estão as mesorregiões do Noroeste do Rio Grande do Sul (26), Centro-Sul Baiano (24), Sul Baiano (23), Nordeste Paraense (22) e Leste Alagoano (20).

Já no Sudeste, 328 municípios tiveram mais casos de óbito entre 2019 e 2020. Municípios como Sete Lagoas (MG), na região Metropolitana de Belo Horizonte; Barretos (SP), na região de Ribeirão Preto; e Santa Fé do Sul (SP), na região de São José do Rio Preto, são alguns dos que registraram o aumento na quantidade de mortes por desnutrição em 2020.

Dados abertos

Prezamos pela transparência, por isso disponibilizamos a base de dados e documentos utilizados na produção desta matéria para consulta:

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

Capa da matéria "Mais de 285 mil famílias no Nordeste não tem banheiro em suas casas" publicada originalmente na Agência Tatu.

Mais de 285 mil famílias no Nordeste não tem banheiro em suas casas

Maranhão é o estado com maior quantitativo de domicílios sem banheiro em todo o país
Capa da matéria "Apenas 13 a cada 100 habitantes do Nordeste têm plano de saúde" publicada originalmente na Agência Tatu.

Apenas 13 a cada 100 habitantes do Nordeste têm plano de saúde

Maranhão é o estado com menor quantitativo proporcional da região
pessoas em situação de rua

Nordeste lidera aumento de violência contra pessoas em situação de rua

Somente em AL, mais de 300 pessoas em situação de rua foram mortas nos últimos 11 anos; Segurança Pública de diversos estados não identifica condição de vítimas ou tem dados subnotificados
Colagem em preto e branco de pessoas com baldes e bacias em menção aos domicílios brasileiros sem água encanada

67% dos domicílios brasileiros sem água encanada estão na região Nordeste

Em todo o país, mais de 4,8 milhões de pessoas residem em domicílios sem água canalizada