Eleitorado do Nordeste cresce 8% em 2022; Maranhão teve o maior aumento do Brasil

Região ganhou mais de 3 milhões de eleitores

Capa artística da matéria da Agência Tatu sobre o eleitorado do Nordeste feito pela Agência Tatu de Jornalismo de Dados
Compartilhe

O Nordeste teve o segundo maior crescimento no número de eleitores entre todas as regiões do país. Com um aumento de 8,1% desde as últimas eleições gerais, a região fica atrás apenas da região Norte, onde o eleitorado cresceu 8,9%.

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), analisados pela Agência Tatu, em 2018, a região tinha um eleitorado de 39,2 milhões de pessoas, já este ano o eleitorado do Nordeste alcançou 42,4 milhões de eleitores.

O volume de eleitores cresceu em todos os estados do Nordeste, com destaque para o Maranhão, onde a população votante teve um salto de 11% entre os dois pleitos, o maior crescimento no eleitorado de todo o país. Já Sergipe teve o menor crescimento, apenas 6%.

Cidades onde o eleitorado mais cresceu

Alguns municípios se destacam por apresentar os maiores crescimentos de todo o Nordeste. Barreiras do Piauí, que fica no sudoeste do estado, teve um aumento de 38,81%, saindo de 2.533 eleitores em 2018 para 3.516 em 2022. A maior taxa de todo o Nordeste.

As cidades de Tibau e Extremoz, ambas no litoral do Rio Grande do Norte, também tiveram crescimentos significativos no eleitorado. Tibau, a 337 km de Natal, ampliou o seu eleitorado de 4.814 para 6.623 entre 2018 e 2022,  um aumento de 37,58%. Já Extremoz, que faz parte da região metropolitana de Natal, tinha 20.521 eleitores em 2018, saltando para 28.032 pessoas este ano, uma variação positiva de 36,6%.

Municípios com maior redução do eleitorado

Apesar do crescimento entre os estados do Nordeste, em 19 municípios da região houve uma redução no número de eleitores. A cidade de Caatiba, localizada no sudoeste baiano, apresentou a maior queda de todo a região. Enquanto em 2018 havia 7.910 votantes, em 2022 são 6.548, uma redução de 17%.

A queda também foi notável nos municípios de Maraial (PE), com uma redução de 5%, e São João do Jaguaribe (CE), com variação negativa de 4,6%.

Eleitorado de Alagoas

Alagoas teve um aumento de 6,29% em seu eleitorado, que subiu de 2.187.967 para 2.325.656 votantes entre 2018 e 2022.

Apesar da capital, Maceió, ser o maior colégio eleitoral de Alagoas, houve pouca variação no número de eleitores na cidade entre 2018 e 2022 (5,4%). Outros municípios obtiveram um aumento mais expressivo.

É o caso de Satuba, que apresentou o maior crescimento no estado, com 26,55% votantes a mais, subindo de 9.877 em 2018 para 12.499 em 2022. Outros municípios também apresentaram aumento, como Belo Monte (17,61%), São Miguel dos Milagres (14,40%) e Marechal Deodoro (14,25%).

Em Alagoas, somente Matriz de Camaragibe (-0,73%) e Colônia Leopoldina (-0,59%) apresentaram queda na quantidade de eleitores.

Eleitorado da Bahia

Com um acréscimo de 8,64%, o eleitorado baiano subiu de 10.393.170 em 2018 para 11.291.528 em 2022. A Bahia é o estado com o maior eleitorado de todo o Nordeste.

Dos 417 municípios do estado, alguns tiveram destaque. A cidade de Luís Eduardo Magalhães foi o colégio eleitoral com o maior aumento da Bahia: 31,87%, saltando de 53.094 votantes em 2018 para 70.016 em 2022.

Santa Cruz Cabrália (23,52%), Itacaré (23,09%), Salinas da Margarida (22,66%) e Lauro de Freitas (21,29%) também apresentaram aumentos expressivos.

Já os colégios eleitorais de Caatiba (-17,22%), Itapé (-1,68%) e Lajedão (-0,71%) foram os que apresentaram as maiores reduções do estado.

Eleitorado do Ceará

O aumento do eleitorado no Ceará foi de 6.344.483 em 2018 para 6.820.673 em 2022, ou seja, 7,51%.

Entre os municípios cearenses, Jijoca de Jericoacoara teve um acréscimo de 36,03% no número de eleitores, saindo de 13.404 pessoas em 2018 para 18.234 pessoas em 2022. Pacatuba (21,97%) e Eusébio (19,69%) também apresentaram aumentos significativos do eleitorado.

Na contramão, São José do Jaguaribe (-4,57%), Saboeiro (-2,46%) e Senador Pompeu (-0,28%) foram os únicos municípios a reduzir o número de eleitores.

Eleitorado do Maranhão

Em 2018, o Maranhão tinha 4.537.237 eleitores. Com um aumento para 5.042.999 votantes em 2022, o acréscimo foi de 11,15%. Essa foi a maior taxa de variação de todo o Nordeste e do Brasil.

Bom Lugar foi o colégio eleitoral com maior destaque entre os 217 municípios do estado, tendo crescido 27,94%. O número de votantes foi de 8.646 em 2018 para 11.062 em 2022. Satubinha (25,33%), Tutóia (25,22%) e Pinheiro (23,69%) também obtiveram variações positivas e de percentuais próximos.

Além de apresentar a maior variação nacional e regional, o estado não teve redução em nenhum município.

Eleitorado da Paraíba

A Paraíba teve um crescimento de 7,81% no seu eleitorado, saindo de 2.867.649 eleitores em 2018 para 3.091.684 em 2022.

A cidade de Mato Grosso teve aumento de 25,82%, partindo de 2.576 votantes para 3.241 entre 2018 e 2022. Bernardino Batista (25,73%), Conde (23,60%) e Poço Dantas (23,35%) foram outros municípios com crescimento de eleitorado no período. Nenhum município teve redução no seu eleitorado.

Eleitorado de Pernambuco

O eleitorado de Pernambuco teve um acréscimo de 6,82%. Com um colégio eleitoral de 6.570.072 votantes em 2018, o estado chega a 2022 com 7.018.098 eleitores.

A maior taxa de aumento de Pernambuco foi na Ilha de Fernando de Noronha. O colégio eleitoral era de 2.743 eleitores em 2018, já em  2022 passou a ter 3.362 cidadãos votantes, uma variação de 22,57%.

Granito (20,84%), Calçado (16,40%) e Petrolina (15,77%) também cresceram. O estado também teve algumas reduções: Maraial (-5,18%), Palmeirina (-2,95%) e Lagoa dos Gatos (-0,23%) são os municípios que obtiveram queda no seu eleitorado.

Eleitorado do Piauí

O Piauí teve aumento de 8,56% de eleitores, saindo de 2.370.894 para 2.573.810 em 2022.

A cidade de Barreiras do Piauí, teve um acréscimo de 38,81% em seu eleitorado, enquanto em 2018 havia 2.533 votantes, em 2022 o número saltou para 3.516. Além de obter o maior aumento no estado, também apresentou o maior aumento de toda a região Nordeste. Na sequência os maiores crescimentos do estado foram em São Gonçalo do Gurguéia (25,97%), São Luis do Piauí (25,29%) e Canavieira (24,99%).

No Piauí, só o município de Francisco Santos (-1,09%) teve redução no número de eleitores.

Eleitorado do Rio Grande do Norte

No Rio Grande do Norte havia 2.373.619 eleitores em 2018 e passou a ter 2.554.727 votantes em 2022, o que representa um aumento de 7,63%.

Tibau foi o principal colégio eleitoral no quesito de ampliação. Com 37,58% votantes a mais, o município saltou de 4.814 para 6.623 eleitores entre 2018 e 2022. Logo atrás de Tibau está a cidade de Extremoz (36,60%), seguida por Paraná (24,49%), Bodó (21,60%) e Tibau do Sul (20,50%).

Dos 167 municípios do estado, somente Pedro Avelino (-4,29%) teve redução na sua população votante.

Eleitorado de Sergipe

Em Sergipe, que teve a menor variação, o aumento foi de 6,01% eleitores, uma mudança de 1.577.058 em 2018 para 1.671.801 votantes em 2022.

Entre os 75 municípios, Barra dos Coqueiros com variação de 19,12% foi o que apresentou maior crescimento no número de eleitores. A cidade saiu de 21.122 eleitores registrados na última eleição geral, para 25.160 em 2022. Brejo Grande (14,01%), Santo Amaro das Brotas (13,47%) e General Maynard (12,91%) foram outros colégios eleitorais que tiveram aumentos expressivos.

Carmopólis (-1,09%) foi o único município de Sergipe a reduzir seu eleitorado no período.

 

Dados abertos

Prezamos pela transparência, por isso disponibilizamos a base de dados e documentos utilizados na produção desta matéria para consulta:

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

pessoas em situação de rua

Nordeste lidera aumento de violência contra pessoas em situação de rua

Somente em AL, mais de 300 pessoas em situação de rua foram mortas nos últimos 11 anos; Segurança Pública de diversos estados não identifica condição de vítimas ou tem dados subnotificados
Capa_matéria_Sem vagas, cemitérios de Maceió enterram 80% dos mortos em cova rasa

Sem vagas, cemitérios de Maceió enterram 80% dos mortos em cova rasa 

Interdição do cemitério Santo Antônio devido ao afundamento de solo causado pela mineradora Braskem agravou a situação funerária
Capa Braskem - Exclusivo: Braskem já bancou campanhas de governadores, senadores e outros políticos de Alagoas

Exclusivo: Braskem já bancou campanhas de governadores, senadores e outros políticos de Alagoas

Entre 2004 e 2014 a petroquímica doou quase R$ 3 milhões a dezenas de candidatos alagoanos
Capa da matéria sobre empreendedores surdos do Nordeste. Fundo em azul com mãos, em preto e branco, fazendo os sinais em Libras formando a palavra Negócio Acessível".

Empreendedores surdos provam que deficiência não limita capacidade de ter a própria empresa

Reportagem especial traz histórias de três empreendedores surdos e seus negócios