Maceió teve aumento populacional de 9% nos últimos 10 anos

Aos 205 anos, cidade conta com uma estimativa populacional de 1.025.360 habitantes

sunset 2925308 1280 - Maceió teve aumento populacional de 9% nos últimos 10 anos
Compartilhe

Com um litoral composto por águas de um azul esverdeado inconfundível, Maceió encanta moradores e visitantes há 205 anos, celebrados neste sábado (5).

De acordo com dados coletados pela Agência Tatu do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a capital alagoana teve um aumento populacional de 9% nos últimos 10 anos, passando de 932.748 habitantes para 1.025.360.

O Paraíso das Águas – por suas lagoas e praias – conta ainda com uma culinária fascinante, famoso artesanato, grandes artistas e um povo acolhedor. Com tudo isso, Maceió atrai cada vez mais visitantes. Segundo a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), a estimativa é que de dezembro de 2020 a março de 2021, 750 mil turistas, de vários locais do mundo, desembarquem na capital (incluindo os que vão para outras cidades do estado).

sunset 2925308 1280 - Maceió teve aumento populacional de 9% nos últimos 10 anos
Fim de tarde na capital de Alagoas – Pixabay

O abismo social na cidade também é inegável e poucas quadras separam diferentes classes sociais. De acordo com dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Maceió possui o menor IDH entre todas as capitais brasileiras.

vale do reginaldo - Maceió teve aumento populacional de 9% nos últimos 10 anos
Vale do Reginaldo – Foto: Tribuna Hoje

História de Maceió

O nome Maceió vem do Tupi “MAÇAYÓ” ou “MAÇAI-O-K”, que significa “O QUE TAPA O ALAGADIÇO”, conforme os índios que viviam na região chamavam.

Quando os portugueses chegaram, traduziram o nome para Maceió.
De acordo com a história oficial, a cidade teve sua origem em um antigo engenho de açúcar e seu desenvolvimento teve início com a chegada dos navios, que atracavam no porto de Jaraguá, o mesmo porto foi utilizado para exportação de açúcar, madeira, coco, couro e mais algumas especiarias.

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

mina subterrânea da Braskem ameaça afundar em Maceió após novos tremores

Caso Braskem: mina subterrânea ameaça afundar em Maceió após novos tremores

Mineradora é responsável pelo crime ambiental registrado na cidade
chuva de granizo no nordeste

Chuva de granizo já surpreendeu 90 municípios do Nordeste em 5 anos

Somente nos últimos 15 dias de 2023, 17 cidades da região vivenciaram o fenômeno
Braskem muda paisagem de bairro em Maceió

Veja como Braskem alterou paisagem em bairro de Maceió desde 2018

Uma das minas da empresa entrou em colapso nesse domingo (10), em decorrência da extração de sal-gema realizada pela mineradora; Braskem afirma ser a atual proprietária do que um dia foram espaços públicos
refeição fora de casa

Trabalhador do Nordeste compromete 72% de salário mínimo com refeição fora de casa

Nordeste tem a segunda refeição fora de casa mais cara do país