Oxe, é fake! Código de validação do título eleitoral com nome de Lula é falso

Código é emitido aleatoriamente; dígitos em mensagem falsa não são reconhecidos por sistema do TSE

Título de eleitor com código de validação com nome de Lula é falso - capa matéria
Compartilhe

É falso que a emissão ou transferência do título eleitoral em 2022 teria incluído o nome do ex-presidente Lula no código de validação do documento. Também é falso que os dígitos teriam algum poder de determinar o voto dos eleitores. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que o código é gerado aleatoriamente e não interfere no voto. A sequência de letras e número em imagem compartilhada não é reconhecida em consulta no site do TSE. A imagem original foi alterada para incluir o nome do candidato petista no lugar do código verdadeiro .

O que estão dizendo? 

Um áudio acompanhado da foto de um título eleitoral circula nas redes sociais com a informação de que o código de validação do documento teria o nome de Lula e do PT. A mulher que narra o suposto “golpe” insinua que o código teria o objetivo de automatizar o voto no candidato a presidente da República.

“As pessoas novas que tiraram o título este ano ou os que transferiram, eles dão um papel e lá tem o QR Code e escrito Lula 13. Um camarada do Rio Grande do Sul postou, um de Vitória, outro do Amapá, então fui olhar o meu e também tem L13. Aí que tá o golpe, na hora da votação já sai o nome do Lula”, afirma a mulher, que não se identifica.

Na foto, há a suposta prova do que o áudio diz. Seria o título de um eleitor do município de Calçoene, no Amapá, que teria o código de verificação PK0+.LULA.PTWV.BU8X.

Oxe, é fake!

O TSE desmentiu o conteúdo e esclareceu que os códigos do sistema de autenticação são gerados aleatoriamente, sem escolha de combinações para a sequência de caracteres. “Portanto, [o TSE] desmente a alegação de que faria uso do sistema para manifestar qualquer posicionamento político-partidário e/ou passar mensagens subliminares às eleitoras e eleitores”, afirmou o tribunal por meio de nota.

Ao Nordeste Sem Fake, o Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP), reforçou a finalidade do código, que não é utilizado no momento da votação: “A ferramenta serve para confirmar a autenticidade dos documentos emitidos por meio do Portal do TSE e foi criada com o objetivo de facilitar o acesso do eleitorado aos serviços da Justiça Eleitoral. O código não é capaz de interferir no resultado da eleição”.

A partir de consultas no site do TSE, é possível confirmar que o documento foi emitido e contém informações verdadeiras. No entanto, ao consultar a autenticidade do título utilizando o código de verificação, o portal não reconhece o título. “Dados informados não conferem com nenhum documento emitido pela Justiça Eleitoral”, diz a mensagem quando se tenta validar os dados.

comprovante fake titulo - Oxe, é fake! Código de validação do título eleitoral com nome de Lula é falso

A checagem tentou fazer a leitura do QR Code na câmera do celular, mas não obteve êxito. Outros detalhes da mensagem falsa, que reforçam seu caráter duvidoso, é o fato da mulher não se identificar, afirmar que se mudou de Caldas Novas, mas omitir o destino e ter uma rede de amigos de regiões distintas que teriam o título na mesma situação. A eleitora insinua que o TSE teria adotado um sistema que manipularia o resultado da eleição, além de incentivar que mais pessoas façam denúncias ao Ministério Público para evitar o possível “golpe”.

A checagem também observou a sequência do código verificador no título de um eleitor de Maceió-AL, que teve o documento emitido este ano, e de um eleitor de Teresina-PI que transferiu o local de votação. Nos dois casos não há formação de qualquer nome (imagem abaixo).

codigos autenticos - Oxe, é fake! Código de validação do título eleitoral com nome de Lula é falso

Códigos de documentos reais. Não é possível acessar informações pessoais online apenas através dos códigos.

O TSE passou a emitir o Título de Eleitor com o QR Code em 2019, substituindo a assinatura e o modelo em formulário pré-impresso. A medida está alinhada ao uso do e-Título, que substitui o documento impresso até na hora de votar.

Nordeste Sem Fake

O conteúdo falso foi encontrado pela robô Dandara, que monitora diariamente diversas redes sociais em busca de publicações com conteúdos potencialmente relacionados à desinformação. O trabalho tem a participação dos checadores do projeto Nordeste Sem Fake, da Agência Tatu. Mais checagens de fatos estão disponíveis no site.

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

Fake Lula Barreiras Bahia - screenshot - É fake

É falso que Lula tenha recebido mais de 200 mil votos na cidade de Barreiras (BA)

Candidato petista contou com 47 mil votos na cidade baiana de 158 mil habitantes.
Oxe, é Fake! Bolsonaro não acabou com a seca no Nordeste

Ao contrário do que diz vídeo, Bolsonaro não acabou com a seca no Nordeste

Blogueiro utiliza fala descontextualizada de Lula (PT) para afirmar que Bolsonaro (PL) acabou com a seca na região
UPAS - UPAs em Alagoas serão fechadas? Confira nova checagem do Nordeste Sem Fake

UPAs em Alagoas serão fechadas? Confira nova checagem do Nordeste Sem Fake

16 Unidades de Pronto Atendimento integram a rede pública de saúde; é falso que UPAS seriam fechadas em AL
decreto de calamidade no Rio Grande do Sul

RS: 90% das cidades em calamidade hoje enfrentaram emergências desde 2013

Número de cidades atualmente em situação de emergência ou calamidade é ainda maior do que no ano passado