Saiba quais cargos serão votados em 2022

Conheça cada cargo que deverá ser votado nas eleições de 2022, a ordem que cada candidato aparece na urna e o que é preciso para votar em 2 de outubro.

Saiba para quais cargos votaremos em 2022 - imagem com a ilustração de um candidato, uma candidata e uma interrogação no meio
Compartilhe

Às vésperas das eleições, que acontecem no próximo domingo, 2 de outubro, entenda quais os cargos serão votados em 2022, além do cargo de presidente do Brasil.

Este ano, haverá eleições para cargos do Executivo (presidente e governador) e também cargos do Legislativo (senadores, deputados federais e deputados estaduais), tendo cada um desses cargos seu próprio sistema de votação.

Qual a importância das eleições parlamentares?

Nas eleições legislativas são escolhidos os representantes que atuarão no Congresso Nacional (Senado Federal e Câmara dos Deputados) e Assembleias Legislativas, sendo fundamentais em um mandato do Executivo, já que o presidente ou governador precisa que a maioria dos parlamentares apoiem as suas iniciativas e projetos de lei.

Veja quais os cargos para votar nas Eleições 2022

  • Senadores e deputados federais

Aos senadores e aos deputados federais cabe propor, analisar, discutir, votar e aprovar as leis que regem o dia-a-dia de todos os brasileiros. Se você quer saber mais sobre as atribuições de cada cargo, confira os artigos sobre o que faz um deputado federal  e o que faz um senador.

As eleições para senadores utilizam o critério majoritário, ou seja, são eleitos os candidatos que obtiverem o maior número de votos. Nas eleições de 2022, há 237 candidatos para este cargo e cada eleitor vota em um senador por estado.

Já as eleições para deputados federais utilizam do sistema proporcional, onde cada partido obtém um número de vagas proporcional à soma dos votos de todos os seus candidatos, que são distribuídas aos mais votados daquele partido. Este ano há 10,4 mil candidatos para o cargo em todo Brasil e cada eleitor vota em um deputado federal por unidade federativa.

  • Deputado estadual

Os deputados estaduais compõem as assembleias legislativas, responsáveis pela elaboração e aprovação de leis, que estiverem relacionadas a temas pertinentes ao território estadual. Os deputados estaduais são eleitos pelo sistema proporcional  e este ano cada eleitor vota em um deputado estadual.

  • Governador

Representantes do estado nas relações jurídicas, políticas e administrativas, os governadores defendem os interesses do seu estado junto aos deputados, senadores, ministros e presidente da República. Ele deve, ainda, apresentar um plano de governo com programas prioritários, projetos de lei de diretrizes orçamentárias e propostas de orçamento.

Em todo o país, 223 candidatos disputam cargos de governador. As eleições ocorrem no sistema majoritário e cada eleitor votará em um candidato para governador.

  • Presidente

É a autoridade máxima do Poder Executivo e da República, cabendo-lhe as tarefas de chefe de Estado e chefe de governo. É o responsável pelas indicações de ministros, comandantes da forças armadas, Presidência do Banco Central, Controladoria Geral da União e Tribunais Superiores.

Entre as suas atribuições, tem o dever de manter a integridade e a independência do país, bem como apresentar um plano de governo com programas prioritários, projetos de lei de diretrizes orçamentárias e propostas de orçamento. O presidente é eleito pelo sistema majoritário, vencendo quem obtiver o maior número de votos. Nas eleições, a escolha é por um candidato para presidente.

Eleições 2022

Em resumo, cinco cargos estão em disputa para serem escolhidos: senador, deputado federal, deputado estadual, governador e presidente da República. Cada eleitor deverá fazer uma indicação para cada cargo.

As eleições acontecerão no dia 2 de outubro e o voto é obrigatório, mesmo que o eleitor tenha escolhido votar nulo ou em branco. Para aqueles que não estiverem em seus domicílios eleitorais, é importante comparecer a uma unidade de votação para justificar a sua ausência ou realizar esse processo pelo aplicativo e-titulo.

Encontrou algum erro? Nos informe por aqui.

Recomendado para você

Capa_matéria_Sem vagas, cemitérios de Maceió enterram 80% dos mortos em cova rasa

Sem vagas, cemitérios de Maceió enterram 80% dos mortos em cova rasa 

Interdição do cemitério Santo Antônio devido ao afundamento de solo causado pela mineradora Braskem agravou a situação funerária
Capa Braskem - Exclusivo: Braskem já bancou campanhas de governadores, senadores e outros políticos de Alagoas

Exclusivo: Braskem já bancou campanhas de governadores, senadores e outros políticos de Alagoas

Entre 2004 e 2014 a petroquímica doou quase R$ 3 milhões a dezenas de candidatos alagoanos
Fotomontagem com cartão de crédito escrito Cartão da Presidência - CAPA - Bolsonaro-gastou-mais-de-R4-milhoes-no-cartao-corporativo

Em visitas ao Nordeste, Bolsonaro gastou mais de R$4 milhões no cartão corporativo

Valores se referem aos gastos do cartão corporativo da Presidência da República; a maior parte dos gastos são de alimentação e hospedagem.
Capa: presos podem votar? Ilustração com urna eletrônica e pessoa algemada

Presos podem votar no Brasil?

No Brasil o voto de pessoas privadas de liberdade é permitido apenas aos presos provisórios e adolescentes custodiados; Menos de 7% dos presos provisórios brasileiros estão aptos a votar nas Eleições 2022