Pelo quinto ano consecutivo, CRB e CSA decidem o Campeonato Alagoano

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Foto: Ascom/CSA


Por João Alvim*

Entre 2016 e 2020, o Galo conquistou três vezes o título do estadual. Já o Azulão, foi bicampeão nas temporadas 2018 e 2019

Cinco anos, cinco finais e apenas dois times na disputa. Assim tem sido o Campeonato Alagoano de 2016 para cá. Em 2020, CRB e CSA, as duas principais equipes de futebol do estado, decidiram pela quinta vez consecutiva a final do estadual. Foi o 31º título da equipe regatiana, sendo o terceiro neste período.

 


Assine agora a
newsletter gratuita


 

Bicampeonato regatiano

Em 2016 e 2017, o CRB conquistou o bicampeonato diante do CSA. Em 2016, o Galo ganhou o primeiro jogo da final por 2 a 0, gols de Diego e Neto Baiano. Na partida decisiva, Neto Baiano marcou o único gol que garantiu o título estadual regatiano daquele ano.

Já em 2017, a taça foi ainda mais disputada. Na primeira final, o gol solitário de Neto Baiano fez o CRB largar na frente na decisão. No jogo da volta, Adalberto, Maílson e Neto Baiano decidiram, e o Galo venceu por 3 a 2, conquistando o seu 30º título alagoano. Celsinho e Daniel Costa marcaram para o CSA.

Bicampeonato azulino

Em 2018, a pressão para impedir o tetracampeonato do CRB (que já havia sido campeão em 2015, diante do Coruripe), estava concentrada no CSA. Naquele ano, um personagem importante também começava sua história em Alagoas: o técnico Marcelo Cabo, que na época era treinador do Azulão. No primeiro jogo da final, o time regatiano venceu por 1 a 0, com gol de Neto Baiano. Na volta, com gols de Didira e Daniel Costa, o CSA venceu por 2 a 0 e pôs um fim na hegemonia do Galo.

No ano seguinte, as duas equipes fizeram dois jogos equilibrados para decidir o Alagoano. Uma vitória de 1 a 0 para cada lado e a taça foi disputada através dos pênaltis. O goleiro João Carlos, que na temporada anterior havia defendido o CRB, defendeu dois pênaltis e garantiu o 39º título alagoano da história do CSA.

Tricampeonato do Marcelo Cabo

Em 2020, devido à pandemia do novo coronavírus, o calendário do futebol sofreu alterações. Com isso, o Campeonato Alagoano foi decidido em jogo único e sem torcida. Apenas duas coisas não mudaram em relação aos últimos dois anos: CRB e CSA disputaram a final e Marcelo Cabo foi o técnico campeão.

As duas equipes não criaram grandes chances durante o jogo. Aos 46 minutos do segundo tempo, o lateral-esquerdo Igor Cariús marcou de cabeça o único gol da partida. Gol que deu o 31º título alagoano da história do CRB.

Histórico do confronto

Desde 1927, as duas equipes já se enfrentaram 42 vezes na decisão do Campeonato Alagoano. Foram 22 títulos para o lado azul e 20 para o lado vermelho. O Azulão foi campeão nos anos 1928, 1941, 1942, 1944, 1949, 1958, 1963, 1968, 1971, 1974, 1975, 1980,1981, 1982, 1984, 1985, 1994, 1996, 1997, 1998, 2018 e 2019.

Já o Galo levantou a taça de Campeão Alagoano em 1927, 1930, 1938, 1939, 1940, 1964, 1969, 1972, 1973, 1976, 1978, 1983, 1986, 1993, 1995, 2002, 2013, 2016, 2017 e 2020.

Equipes com mais títulos alagoanos

O CSA continua sendo a equipe alagoana com mais títulos estaduais, com 39 taças conquistadas. CRB aparece em segundo, com 31. ASA (7), Coruripe e Capelense (3), e Santa Cruz (2), além do Ferroviário, Corinthians-AL, Barroso, Alexandria e Murici, que foram campeões uma vez, também aparecem na lista.

*Estagiário sob a supervisão da Editoria

Assine a nossa newsletter

Recomendadas pra você