Há nove meses IMA não divulga quais praias são próprias para banho em AL

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Essas informações são importantes para entender a balneabilidade do litoral

Praia de Pajuçara, localizada na capital alagoana

Por Agência Tatu

A expectativa é que Alagoas receba cerca de 750 mil turistas até março de 2021, de acordo com informações da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur). Encantados pelas belezas naturais, muitos brasileiros e estrangeiros chegam ao estado buscando conhecer e curtir as belas praias que compõem o extenso litoral. Mas será que elas estão balneáveis?

Essa pergunta está sem respostas desde março de 2020, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou pandemia do novo coronavírus. O Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA-AL), responsável por coletar os dados desde 1992 e divulgá-los no site desde 2015, teve que suspender a coleta das informações devido à Covid-19 e a mudança para a nova sede, já que a antiga ficava em um dos bairros atingidos pelo afundamento do solo (Mutange).

A última divulgação do relatório, ocorrida em 20 de março do ano passado, mostrou que 23% dos 65 pontos analisados na coleta de dados estavam impróprios para banho. Isto significa dizer que 80% ou mais das amostras coletadas nas cinco semanas anteriores, colhidas no mesmo local, excederam o limite permitido de uma bactéria presente em esgoto, utilizada como parâmetro nas análises que seguem a resolução 274 de 200 do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama).

De acordo com a Assessoria de Comunicação do Instituto, o relatório deve voltar a ser divulgado na segunda quinzena de janeiro. Devido a uma resolução do Conama, o órgão só poderá liberar os resultados com, no mínimo, quatro coletas consecutivas. Após esse processo, os dados estarão disponíveis no site da autarquia e no aplicativo Nossa Praia.

DADOS ABERTOS – Prezamos pela transparência, por isso disponibilizamos as informações utilizadas na produção desta matéria para consulta:

Último relatório de balneabilidade divulgado

Assine a nossa newsletter

Recomendadas pra você

Receba conteúdo gratuito da Tatu diretamente no seu WhatsApp.