Em 10 dias, AL registra quase três vezes mais casos de Covid do que dezembro inteiro

Em contrapartida, a quantidade de mortes se mantém estável

12/01/22, 16h01 (atualizada em 26/01/22, 10h01)

Compartilhe:

Reportagem Lucas Thaynan e Malu Dantas* 

O cenário epidemiológico alagoano referente à pandemia da Covid-19 parecia estável. Mas, com o relaxamento das medidas sanitárias e a realização de festas de fim de ano, houve um aumento expressivo dos casos. Somente nos dez primeiros dias de 2022, foram registrados 1.540 casos no estado, quase três vezes mais que o número de registros de todo o mês de dezembro, quando foram confirmados 590 casos.



Os dados do Monitor da Covid-19, desenvolvido pela Agência Tatu, com informações da Secretaria do Estado de Saúde (Sesau), mostram que, por outro lado, a quantidade de mortes se mantém estável. Foram registradas 10 vítimas fatais nos dez primeiros dias de janeiro, enquanto dezembro teve no total 31 óbitos, média de uma vítima fatal por dia, em cada um dos meses.



Para o infectologista Fernando Maia, o avanço do contágio sofre influência da nova variante, a ômicron. “O que essa variante tem mostrado nos lugares que chegou é que ela é muito contagiosa, causando um aumento muito alto no número de casos, mas em poucas formas graves, além de um número de mortes também baixo”, pontuou.

O médico também explica que o alto índice de vacinação tem ajudado a frear os casos graves de Covid. E que a maior parte dos casos de morte está relacionada a pessoas não vacinadas.

*Estagiária sob supervisão.

Dados abertos

Prezamos pela transparência, por isso disponibilizamos a base de dados e documentos utilizados na produção desta matéria para consulta.

1. Monitor Covid-19

Somos uma startup de jornalismo de dados de Alagoas  com foco em produção de conteúdo e produtos inovadores para a realidade local e regional.

Assine a nossa newsletter

© 2017 - 2021 Agência Tatu de Jornalismo de Dados.

Todos os direitos reservados.

Política de Privacidade